Posts com Tag ‘saúde’

É isso mesmo! Se seu objetivo é ter sucesso no campo da estética e do condicionamento físico, é mais do que importante que você preste atenção a esses dois fatores. A temperatura da sala e a sua hidratação devem sempre ser levadas em consideração. Isto porque ambos interferem diretamente no seu rendimento e na sua saúde!

É corrente, entre profissionais de educação física e especialistas em condicionamento físico, que existem condições ideais para que seu corpo tenha o melhor rendimento. Seja em um treinamento de peso ou aeróbico. Se você está acostumado com academias e suas salas de ginástica ou de musculação sabe que, na esmagadora maioria dos casos, estes espaços contam com um ambiente refrigerado e mantido em uma certa temperatura.

Se você nunca teve curiosidade de perguntar aos seus professores o porquê disso, eu vou te contar. Não é pelo seu conforto e nem para que sua mensalidade tenha um preço maior por causa da conta de luz. Os ambientes são assim para que seu corpo possa aproveitar o máximo do exercício, eliminando, através do suor, toxinas, substâncias indesejadas, queimando gordura; e não perdendo nutrientes e sais minerais, o que certamente acontece se você estiver se exercitando em um ambiente com temperatura elevada.

Quando seu corpo é submetido a alguma atividade intensa, naturalmente, sua temperatura corporal aumenta. Se o ambiente ao seu redor for quente, sua temperatura interna será maior e, por consequência, você estará eliminando coisas que não interessam. Por isso, a tendência é que os ambientes sejam climatizados para que seu suor seja produto de sua temperatura interna e, portanto, coloque pra fora apenas o que não é bom: toxinas, gorduras, excesso de líquido…

Água, nosso líquido mais precioso.

Água, nosso líquido mais precioso.

Acontece que se na maior parte das academias as salas de musculação, de ginástica e de areóbicos são climatizadas, o mesmo não acontece nas salas dedicadas às lutas. Se a sua tem, agradeça. A minha, não! No verão, a gente transpira mesmo e até quando o dia está em uma temperatura normal, a gente transborda de suor também.

Então, se você pratica Muay Thai (ou outro tipo de luta ou de atividade) em um tatame sem climatização, vai aqui um conselho do Muay Thai Mulher: mantenha-se sempre, sempre, hidratada. Beba bastante água (se possível, gelada para dar uma acelerado no seu metabolismo) durante seu treinamento e também durante o dia. Certfique-se de ter uma garrafa por perto e não deixe de consumir este líquido precioso que será um grande aliado, não só no seu treino, mas também na sua vida.

Beber bastante água faz bem por muitos motivos. Um deles é porque ele te ajuda a não reter líquidos, ainda mais se você é como eu e tem esta, desagradável, tendência. O raciocínio é que quanto mais hidratada você estiver, mais equilibrada estará sua temperatura interna e mais oferta de água suas células terão, obrigando-as a eliminar o excesso de líquido. Assim, o que sai é apenas o desnecessário, o que deve ser eliminado. O essencial fica! Adotando este saudável hábito, seus ganhos serão no seu treinamento, provavelmente no seu peso (pois sua sensação de inchaço será menor) e até na sua pele.

Faça o teste! Beba mais água durante o dia e no seu treino e me conte como você está se sentindo. Quero saber, hein!

Já falamos aqui, em outras oportunidades, que o Muay Thai não é um esporte ou uma atividade física para mulheres que vão à academia para fazer ‘perfumaria’, como quem malha de verdade costuma chamar quem apenas fica batendo papo ao invés de se exercitar. Então, se você é esse tipo de pessoa que acredita que apenas por estar no local  e movida pelo poder da mente, vai emagrecer e tonificar a musculatura, mude de blog e de atividade. Mas eu acredito que se você está lendo é por que está levando o Muay Thai à sério e isso é muito legal.

Hoje, mais uma orientação que eu posso te dar a esse respeito é sobre o protetor bucal. Concordo: usá-lo é horrível. A gente fica feia mesmo! Ainda que você não queira, vai ficar com cara de má. Por outro lado, sem ele, você pode correr o risco – pequeno, é verdade, porém ainda assim um risco – de se machucar, aí, o dentista pode dar mais prejuízo.

Protetor bucal.

Protetor bucal.

O protetor não custa muito caro. Com menos de R$20,00 você consegue comprar um de boa qualidade. Existem dois tipos:

  • O que protege as duas arcadas: a superior e a inferior;
  • O que é colocado apenas na superior.
  • Este último é o que eu uso. É melhor para respirar e não dá a sensação de sufocamento. Esse equipamento também é bom, pois ensina a respirar pelo nariz e a dosar seu condicionamento.

    Não é necessário treinar o tempo todo com o protetor. Mas ele deve ser usado quando você estiver fazendo movimentações e, mais ainda, se estiver fazendo luva ou sombra. Você evita riscos desnecessários. Pode acontecer de escapar um soco ou um chute, mas o protetor te dá essa segurança e para a sua parceira também.

    Importante: não esqueça de lavá-lo depois de cada treino. É legal, para mantê-lo limpo, usar uma escova de dentes e um enxagüante bucal. Com o tempo, a sua saliva e seus dentes irão corroer o material e ele não ficará com uma boa aparência.  Tomando esses cuidados, você evita que o protetor acumule sujeira e mantém seus dentes e gengivas protegidas, tanto de pancadas como de qualquer outro problema.

    Você está treinando para ficar bem: saudável e com um corpo legal; então, enquanto estiver no tatame, faça a sua parte e você verá os resultados! Pode confiar!

    Você treina usando protetor? Não quer usar? Tem alguma dúvida? Divida conosco.

    Como vocês sabem, o objetivo deste blog é falar sobre como o Muay Thai pode ajudar as mulheres a perder peso, tonificar a musculatura e ainda aliviar o estresse. Ainda que existam muitas mulheres já competindo, de verdade – e sentimos um grande orgulho por isso – este espaço é dedicado àquelas que, como eu, querem tirar o melhor proveito físico deste esporte.

    Abdominais.

    Final da aula de Muay Thai.

    Então, você deve estar se perguntando, por que esse preâmbulo todo? Esta introdução é para que você não esqueça que mesmo sem objetivos competitivos, você tem que suar para chegar onde quer. O Muay Thai é uma atividade física vigorosa que pode trazer muitos benefícios, desde que você se dedique.

    Desde que comecei a fazer as aulas, vi várias mulheres (de todas as faixas etárias) entrarem e saírem por acharem que não estava adiantando muita coisa. Realmente, não vai adiantar mesmo. Se você apenas pratica o Muay Thai e não faz outra atividade, chega na aula sempre atrasada, perde o aquecimento, acha incômodo os movimentos, não se esforça nos abdominais e quando chega em casa, come uma pizza inteira ou acaba com uma caixa de bombom, de fato, nem o Muay Thai e nem outra atividade vai funcionar!

    É preciso que a gente se conscientize que os resultados só vão aparecer com o esforço. Esforço de ir aos treinos, de se dedicar e de tentar levar uma vida mais saudável longe da academia. Em um post anterior, já falamos sobre alimentação equilibrada e que ela não é, e não precisa ser, um sacrifício espartano.

    Por isso, se você apenas está fazendo aulas de Muay Thai para ficar em forma é importante que você usufrua de toda a aula. Chegue na hora. Faça o aquecimento inicial que é fundamental para evitar lesões e para que seu desempenho seja melhor. Faça os movimentos dentro do seu ritmo, mas dê o seu melhor. Faça os abdominais no final da aula com concentração. Eles são importantes pra além da parte estética, pois fortalecem esta musculatura, o que ajuda bastante na execução dos golpes.

    Portanto, se você chega desmotivada ao treino, achando que não está adiantando muita coisa, faça uma revisão na sua rotina, no seu empenho nas aulas. Você não precisa se matar. Nada disso! Mas deve existir dedicação.

    Aproveite que mais uma semana está começando e siga este conselho. A musculação e o Muay Thai me ensinaram que nada vem sem esforço. Para você chegar ao topo da escada, tem que subir o primeiro degrau. Ainda que pule um ou dois, terá que passar por muitos! Assim é com tudo!

    Comece se esforçando um pouquinho mais hoje, depois amanhã e você vai ver com o tempo, quantos degraus já terá subido. Aí então, você vai poder ter certeza de estar usufruindo de todos os benefícios que o Muay Thai pode trazer! Entenda: milagres não existem. Existe dedicação!

    Você tem alguma dica para melhorar o desempenho nos treinos? Conte aqui!

    Segunda-feira é muito conhecido como o dia de começar as coisas. É segunda que você vai parar de fumar. Na segunda que você vai se matricular naquele curso. Na segunda que você vai entrar para a academia e começar uma dieta!

    Ai, ai, ai… Vamos parar já por aí!

    Nada contra você estabelecer uma data para dar o pontapé inicial em projetos que parecem nunca começar e também nada tenho contra a segunda-feira. Porém tenho – e isso é um depoimento pessoal (regado com um pouquinho de conhecimento empírico e de papos com entendidos) – contra dietas.

    A menos que você seja uma atleta e esteja às vésperas de uma competição, a dieta não é o melhor caminho para emagrecer. Não acredita em mim. Ótimo! É para não acreditar mesmo. Converse com um nutricionista ou um médico sobre isso e ele vai te dizer o que acha das dietas da sopa, da lua, do suco… O que isso tem a ver com o Muay Thai? Tudo! Aliás, com a sua vida.

    Ainda mais se você pratica alguma atividade física ou mesmo se está começando agora. Resolvi abordar o tema porque como freqüento há alguns anos academia, como faço Muay Thai e como conheço algumas pessoas que conhecem do assunto (veja o post anterior) e, instruída por elas, já perdi (e mantenho) muito peso, muitos amigos e amigas vêm me pedir conselhos sobre alimentação e como emagrecer. E para nós, mulheres, esse assunto é um verdadeiro campo minado. Então, vai aqui um pouco da minha experiência.

    Mais uma vez reforço que você, antes de fazer qualquer coisa nessa área (assim como em qualquer outra), deve procurar a orientação de um profissional. Com este post, meu objetivo é estimular a procura por essa informação, tirar das mulheres a idéia de sofrimento e ser uma prova de que funciona!

    Quantas pessoas já chegaram perto de você dizendo que estavam de dieta e não comiam nada?! De fato, ao encontrar com essa pessoa depois de um tempo, ela pode ter emagrecido. Contudo, isso não dura muito. Aí, você topa com essa pessoa outra vez e, olha só!, ela parece mais gorda do que antes. Fala a verdade: você já foi assim?

    Pois é. O que acontece é que o ser humano tem o hábito de tentar o caminho mais curto. Mas, não tem jeito! Gente, para emagrecer, a gente tem que fazer uma atividade física, beber bastante líquido e comer com inteligência.

    A primeira rotina que você tem que tentar introduzir no seu dia-a-dia é comer de três em três horas. É o pulo do gato! Mudou a minha vida! A primeira vez que fiz, (era mais nova, portanto tinha mais facilidade para perder peso), emagreci 7 kg em duas semanas. Mas, já malhava regularmente. Depois de um tempo, abandonei este hábito e voltei a ganhar uns quilinhos.

    O que acontece é que por conta de horários loucos, compromissos profissionais, problemas da vida e etc, a gente acaba achando que é impossível fazer isso. Não é e eis o meu depoimento:

    No final de 2008, eu estava meio para baixo. Tinha, como se diz, chutado o balde. Estava triste com a vida, sem treinar direito e o resultado se viu na balança! Foi aí que eu falei pra mim: ‘Para! Tá tudo errado!’ Então, retomei minha rotina. Voltei a treinar e a comer corretamente. Perdi 11 kg e desde então mantenho meu peso. Como consegui isso? Com disciplina.

    Alimentos saudáveis

    Dieta balanceada

    Comer de três em três horas é importante por que você se habitua a comer porções menores de comida e estas pequenas quantidades, por sua vez, são melhores absorvidas pelo seu organismo, porque ele entende que – como receberá mais alimento em poucas horas – não precisa fazer grandes reservas; ou seja, menos gordura. É assim que acontece, falando em linhas gerais…

    Entendendo isso, vem o próximo passo: organizar  o que você come. No café ( e eu reforço, não pule o café da manhã), beba café, se você gosta, ou então um suco. Coma fruta. Duas fatias de pão. Dê preferência a embutidos sem gordura, como blaquetes; e patês, ao invés da manteiga e da margarina. Uma vez ou outra, tudo bem, mas no início, tente ser um pouquinho rígida com isso.

    Três horas depois, tome um suco ou coma uma fruta. Vá lá, pode ser um iogurte… Na hora do almoço, mais ou menos, três horas depois, equilibre o seu prato. Se for comer arroz, evite batatas ou massa. Se for comer massa, evite batatas e arroz. E assim por diante. A idéia é não misturar carboidratos. Coma salada. Muito verde, por favor. Uma carne grelhada ou cozida. Tente fazer um rodízio com peixe, carne vermelha e branca. Feijão é sempre bacana. Só não abuse!

    Três horas depois, uma outra fruta ou uma barrinha de cereal ou um suco. Mais três horas depois, um lanche. Um sanduíche com suco ou café. Três horas depois, jantar. Nessa hora, é legal evitar carboidrato. Opte por saladas verdes e grelhados. Ah, ovo pode também, mas tenha consciência da quantidade e do seu histórico com colestrol. Se depois disso tudo você ainda sentir fome, aqueles shakes são válidos, mas evite tomar muito perto da hora de dormir.

    Você vai perguntar: e chocolate? Doce? De início, eu – de novo, EU – em um primeiro momento, cortei todos os açúcares, por que eu queria um resultado mais rápido. Mas depois que me equilibrei, eventualmente, como na parte da manhã. À noite, eu evito, assim como os carboidratos.

    Meu resultado permanece. Essa é a minha rotina alimentar que, como você pode notar, não é nada sacrificante e perfeitamente possível. Agora, observe também que eu pratico atividades físicas regularmente. Uma alimentação balanceada ajuda a um treino melhor e o bom treino, ajuda a manutenção do peso. Quando você vê os resultados, faz a roda girar sem parar.

    Uma observação importante: peso, ao que me refiro, não é o da balança, mas sim ao seu percentual de gordura. Não estranhe se depois de um certo tempo, as suas calças entrarem melhor, aquele vestido cair bem e quando você for se pesar, notar que ganhou peso. O que você, na verdade, ganhou foi massa muscular e perdeu gordura. Aí então, seu peso vai se estabilizar e você vai poder controlá-lo. Abusa um pouquinho em um dia, segura a onda no outro.

    Lembro mais uma vez, que este post não é uma receita, é o meu depoimento e o meu incentivo para que você adote uma vida saudável. Vai ajudar na sua saúde, no seu dia-a-dia e, claro, no seu treinamento; seja malhando, lutando ou correndo. Procure orientação e monte uma rotina alimentar que se adapte às suas necessidades e ao seu estilo de vida. Funcionou para mim, com certeza, vai funcionar com você. Basta ter disciplina.

    E você? Qual a sua opinião sobre dietas? Deixe seu comentário.

    O post de hoje é mais do especial para mim. Primeiro, porque é uma entrevista com André Benkei, um dos profissionais que mais saca de preparação física no mundo (pra você não achar que estou exagerando, faça uma pequena busca no google pelo nome dele). Um dos nomes mais requisitados pelos lutadores de MMA (Mix Martial Arts) quando o assunto é bater peso. Veja esta entrevista da revista Tatame, por exemplo.

    Eu e André Benkei, nos Estados Unidos.

    Eu e André Benkei

    Segundo, porque morro de orgulho desse cara. Foi com ele que tomei gosto pela atividade física, pela boa forma, pelas artes marciais e pelo Vasco da Gama. Conheço ele desde de sempre, afinal, é meu irmão. E, com muita honra, divido com vocês agora um bate-papo sobre a importância da atividade física e do Muay Thai (bem como outras modalidades) para as mulheres.

    Direto de sua residência na Flórida, EUA, seguem as respostas que ele, gentilmente, deu às minhas perguntas. Como profissional, esportista e irmã, registro aqui, de público, meus agradecimentos e minha total devoção ao seu trabalho.

    Com vocês, a entrevista. Aproveitem!

    Blog Muay Thai Mulher: Antes de mais nada, por que é importante para qualquer pessoa e, em especial para as mulheres, fazer uma atividade física?

    André Benkei: Atividade física diária é fundamental para a saúde, assim como escovar os dentes ou tomar banho. Exercícios físicos são fundamentais para manutenção de uma boa saúde e longevidade e devem ser naturais para todos os indivíduos. As mulheres, muito mais que os homens, necessitam que essa atividade física seja vigorosa, pois possuem apenas 6% dos andrógenos (hormônios responsáveis pela vitalidade e aumento de massa muscular). Por mais contraditório que isso possa parecer aos olhos de nossas mães e avós, o aumento ou manutenção da massa magra (músculos) é mais importante para mulher que para o homem. Exercícios que aumentem a massa magra e que induzam ao aumento da produção dos andrógenos (esses hormônios estão ficando famosos) são de suma importância para a saúde e qualidade de vida de todos os indivíduos, mais fundamentalmente da mulher.  Só pra deixar claro os benefícios da atividade física em geral, os seguintes pontos são fundamentais:

  • Alívio de tensões emocionais: a atividade física é reconhecida como uma forma eficiente de aliviar o stress emocional, diminuindo assim um importante fator de risco para diversas doenças crônicas.
  • Melhora da composição sanguínea: os exercícios em geral tendem a normalizar os níveis de glicose, gorduras e diversas outras substâncias no sangue, que podem estar alterados e trazer riscos aos portadores.
  • Redução da pressão arterial: pessoas ativas fisicamente tendem a ter níveis pressóricos mais baixos, e os exercícios em geral auxiliam a diminuir a pressão arterial dos hipertensos.
  • Estímulo ao emagrecimento: qualquer tipo de exercício estimula a redução da gordura corporal, diminuindo assim a possibilidade da pessoa desenvolver doenças como a aterosclerose, o diabetes e outras.
  • Aumento da densidade óssea: o sedentarismo leva à uma diminuição progressiva da resistência óssea, aumentando o risco de fraturas, e os exercícios físicos constituem recurso de alta relevância para evitar e reverter essa situação.
  • Aumento da massa muscular: a atividade física habitual leva à um aumento do volume e força dos músculos, protegendo as articulações e favorecendo a aptidão física.
  • Desenvolvimento da aptidão física: os exercícios aumentam a capacidade das pessoas realizarem esforços, permitindo assim maior autonomia motora, condição conhecida como boa qualidade de vida.
  • Blog: Dentro da sua experiência pessoal e profissional com lutas, de que forma uma arte marcial como o Muay Thai pode trazer benefícios à saúde (e a estética) da mulher como uma forma de atividade aeróbica?

    A.B.: Primeiramente, vamos determinar o que é Muay Thai, essa arte marcial que se formou na região do Sião (hoje dividida em Miamar ou Birmânia, Tailândia, Lao e etc). Existem no ocidente, e principalmente no Brasil, escolas que se utilizam do rótulo de Muay Thai, mas, na verdade, são estilos de Kick Boxing (uma outra modalidade marcial). Como são diferentes estilos, demandam diferentes respostas na musculatura e na saúde tanto da mulher quanto do homem que praticam (isso nós vamos falar em uma outra oportunidade). O exercício praticado nas artes marciais, principalmente no que vamos chamar de “striking fights”, é muito interessante para as mulheres. Muito mais além da auto-confiança de se praticar uma arte de combate, os benefícios estéticos e para saúde são incomensuráveis. A mulher que faz uso dessa atividade como forma de exercício tem, nas primeiras lições, uma melhora na qualidade do sono e na disposição do dia-a-dia. Uma atividade de combate liga os nossos instintos ancestrais de sobrevivência e aumenta a liberação natural de GH, que é o hormônio da longa vida – o famoso elixir da juventude. Os músculos são exigidos, principalmente o que os americanos chamam de “core strenght” (força e estabilidade dos músculos da cintura, abdômem e lombar). O total esforço para se completar uma aula aumenta muito o limiar anaeróbico; ou seja, a intencidade que você consegue manter em uma determinada atividade sem “cansar”. Muito mais que o benefício aeróbico, esse fator anaeróbico te protege muito mais dos esforcos do dia-a-dia (não acho que você vai ter que correr cem quarteirões, mas acho que você vai precisar carregar compras ou mesmo mover objetos pesados de um lado para o outro). Concluindo, aerobicamente, eu não vejo um ganho tão grande, comparado a outras atividades fisicas regulares; mas vejo um enorme aumento no limiar anaeróbico e na forma estética da praticante.

    Blog: Existe algum malefício para a mulher que pratica ou quer praticar a luta apenas como atividade física?

    A.B.: Não. Um treinamento de luta, bem orientado e supervisionado por instrutores com formação em Educação física só pode ser benéfico para o praticante. Pode ser maléfico para os namorados e maridos (só os machistas), por que vão ter que conviver com uma mulher mais decidida e segura de si.

    Blog: Existem aulas de ginástica, como o Body Combat, que simulam movimentos de luta, e muita gente faz essas aulas acreditando que é a mesma coisa que uma aula de Muay Thai. Qual a diferença de ganho físico entre elas?

    A.B.: Body Combat, Tae Bo e outras atividades físicas vieram para atrair as pessoas e se utilizar dos princípios das escolas e estilos de luta para dentro das aulas de ginástica coletiva. É uma boa alternativa para as tão repetitivas rotinas de ginástica, mas bem diferente de se praticar uma arte marcial verdadeira. O objetivo dessas atividades é manter um determinado ritmo e executar movimentos de lutas com eles; não existe o contato físico, o stress do combate e as liberações e demandas hormonais são totalmente diferentes. Quando se pratica uma arte marcial, a competição nos faz avançar no esforço desprendido da atividade, isso manda nosso organismo agir de forma mais natural. O impacto e o contato físico promovem o ganho muscular, a mera repetição do ato (chutes e socos) é benéfica apenas a nível aeróbico (como visto antes, não são propriamente o mais importante na longevidade e qualidade de vida). Nada contra as ginásticas de combate, que ajudam a dismistificar o medo das artes marciais, mas nada subistitui o prazer físico e o equilíbrio emocional da verdadeira pratica das artes marcias.

    Blog: Qual a sua orientação, como professor de educação física e preparador físico de atletas de alto nível, para mulheres que nunca fizeram uma atividade física e que querem começar o Muay Thai?

    A.B.: Em primeiro lugar, procurem escolas com uma abordagem mais salutar e menos de desempenho. Um professor que queira passar a beleza e o prazer de praticar a arte, sem a pressão da performance ou da profissionalização. Existem muitos instrutores, que mesmo sem treinar grandes atletas das modalidades, passam a beleza e a satisfação das artes marciais de uma maneira muito mais saudável. Eu mesmo dou exemplo de um companheiro meu de trabalho que é um dos melhores do mundo na especialidade, mas não tem a paciência e a calma para passar a arte para iniciantes. A observação do grupo que você vai treinar e da formação do instrutor com quem você vai treinar são fatores determinantes de se escolher o lugar certo para iniciar. Hoje, saia da sua rotina, procure esse lugar mágico e descubra a beleza e a harmonia de se treinar uma arte marcial. Eu garanto que você jamais vai se arrepender. Osu!

    Curtiu o bate-papo? Ainda tem dúvidas? Deixe seu comentário.