Posts com Tag ‘ataduras’

Tenho recebido muitos comentários de mulheres que estão começando ou ainda querendo começar no Muay Thai, mas que carregam muitas dúvidas sobre esta arte marcial. Devido a uma visão ainda carregada de uma ideia de violência e de um certo preconceito sobre como fica a mulher que pratica o Muay Thai (vide o post anterior que trata do assunto), muitas – ainda que estejam morrendo de vontade de fazer uma aula – acabam tão preocupadas com essas coisas, que desistem antes de começar.

Por isso, o blog Muay Thai Mulher vai fazer alguns posts tratando das verdades e das mentiras sobre o Muay Thai. Aquela dúvida, aquele receio, aquele detalhe que te impede de dar o último passo e fazer uma aula, deixe como comentário no blog que eu vou tentar te dar uma orientação e, se eu não souber, vou procurar alguém que possa ajudar.

Agora, vou falar sobre dois comentários que exemplificam algumas dessas dúvidas.

O primeiro deles diz respeito a calejamento. Uma das leitoras do Muay Thai Mulher quis saber se a mão e outras partes do corpo ficam calejadas com a prática. O que posso dizer é que isso depende.

Será verdade se você estiver voltada para competição. Devido a intensidade do treinamento e a força que você irá impor nos golpes, sim. Será possível que os nós dos seus dedos, seus cotovelos, canela e até pés, possam ficar muito mais grossos e, portanto, apareçam calos ali.

Mas, isto será mentira, se a sua finalidade for apenas praticar o Muay Thai como uma atividade física, para enrijecer o corpo, tonificar e definir os músculos. Sua pele poderá ficar um pouco áspera, mas nada que se possa chamar de calejamento. Pode continuar a usar seus cremes e hidratantes nas mesmas quantidades. Não será necessário gastar um pote deles a cada aula. Se este for o seu medo, pode esquecê-lo e tratar de se encaminhar para o tatame mais próximo de você.

A outra dúvida abordava um assunto que já tratei aqui, lá no comecinho do blog, sobre as ataduras, se a elástica era melhor do que a bandagem que se compra na farmácia.

A resposta aqui é a mesma que a da dúvida anterior: depende. A sua adaptação é que vai dizer qual a que você deve usar. Alguns lutadores usam a de elástico para treinar apenas e na competição usam as bandagens, ou vice versa. Já outros usam as duas para as duas coisas. Eu posso dizer por mim: eu gosto mais da que vende na farmácia. Ela é perecível, ok. Tem uma vida curta, mas para mim, ela é melhor. Consigo sentir melhor meu punho e, por consequência, meu soco. Para que elas durem mais, ao final de cada aula, quando chego em casa, as desenrolo e as deixo penduradas para que sequem e não mofem.

Já as de elástico ou as de pano precisam de uma manutenção maior. É certo que elas vão durar mais, porém você deve lavá-las ao final de cada aula e  deixá-las secando, já que o suor será absorvido por elas. Esquecê-las dentro de sua bolsa após uma aula vai deixá-las com um cheiro ruim. Para usar na aula, elas ficam desenrolando das mãos se você não as colocar corretamente, porém a vantagem é que o velcro facilita na hora de fechar.

Ou seja, depende do que você preferir.

Então, essas foram só duas das dúvidas que recebi aqui no blog. Vocês podem continuar mandando seus comentários. Os próximos posts serão dedicados a esclarecer essas questões. Estou esperando, hein!?

Quando fiz o post sobre equipamentos necessários para serem utilizados na aula de Muay Thai e para serem de uso do aluno, falei rapidamente sobre as ataduras. Hoje, vou dedicar um pouco mais de atenção a esse material importante.

Assim que você pisar no tatame, na sua primeira aula, o seu professor vai te ensinar a colocá-la nas mãos. Se você faz há muito tempo, já sabe como colocar. Porém, dependendo da intensidade do seu treinamento, você pode estar machucando os nós dos dedos sem perceber por estar usando a atadura errada, ou de forma errada.

Então, você mulher, seja iniciante ou veterana nas aulas de Muay Thai, vale ter atenção com as suas ataduras. Vejo muitas meninas machucando os dedos por conta de não protegerem corretamente as mãos. Em primeiro lugar, você deve perceber se está fechando a mão corretamente para socar. Lembre-se, não é um cascudo, é um soco. Portanto, o punho deve estar totalmente cerrado e o polegar para dentro.

O que acontece é que, muitas vezes, a aluna enrola muito mais a atadura na parte superior da mão acreditando que  assim evitará um machucado. Erro duplo. Primeiro, porque você não vai conseguir fechar a mão. Segundo, por que seu punho ficará desprotegido e, durante a execução do soco, você pode dobrá-lo, sem querer, e aí sim, se lesionar de verdade.

Se você soca forte, então, é legal aprender a cruzar a atadura entre os dedos. Vai cobrir os nós e vai te dar mais firmeza. É assim que eu faço. É assim que lutadores profissionais fazem. Pode perceber. Além disso, ajuda a fechar a mão melhor.

Outro detalhe importante é usar a atadura com firmeza. Ela não deve estar muito apertada, mas também não pode estar muito solta na mão. Ela deve ficar firme no punho, ainda mais se você tem tendência a machucar essa área. Como eu, por exemplo, que tenho o popular “punho aberto”. Aliás, fazer exercícios de musculação para reforçar esta área é muito interessante. Converse com seu professor se você sente algum desconforto na área.

Existe também a questão da atadura de pano e da atadura comum. Eu já treinei com as duas e prefiro usar a comum. Ambas têm seus prós e contras. A atadura de pano dura mais e é esteticamente mais atraente. Depois da aula, você lava, põe para secar e ela está pronta pra outra. Mas, o velcro vai se acabar logo e você deve comprar uma do tamanho ideal para sua mão. Vejo muitas meninas no treino, parando a toda hora para acertar a atadura, porque ela vai afrouxando e desenrola. Quando usei, ela me incomodava bastante.

As ataduras comuns acabam logo, é verdade. Depois de algumas aulas, você vai ter que trocá-las (não esqueça de pendurá-las depois da aula!), porque elas vão se desgastando naturalmente. Porém, são baratinhas. Além disso, se ajustam melhor entre os dedos e, por conseqüência, às mãos, e cabem melhor na luva.

Você deve escolher a que melhor se adapta ao seu estilo. Mas tenha segurança com elas e as coloque corretamente. Se você ainda tem dificuldade, não se acanhe em pedir ajuda a uma companheira mais graduada ou mesmo ao seu professor.

Outro truque bom para evitar aqueles machucadinhos que podem acontecer nos dedos é colocar esparadrapo nas falanges. Isto também vai te dar mais segurança para bater bem, te ajudando a colocar para fora todo o seu estresse.

Você tem alguma dica de treinamento? Compartilhe!

Nada como o boca-a-boca.

Vou relatar uma coisa feia agora: embora pratique o Muay Thai há tantos anos, não tenho uma luva. Nunca comprei uma. Sempre usei a da academia. Coisa feia, né?! Eu reconheço! Logo eu, que já escrevi aqui sobre a importância de se ter um material próprio…

Mas o fato é que luvas de 14 oz, que são as usadas, são caras e meu irmão me presenteou uma vez com um par de luvas oficiais do MMA (aquelas que deixam os dedos pra fora), que são ótimas para bater. Eu as uso na aula, só não posso usar se estiver fazendo luva ou sombra.

Assim como eu, muita gente não tem suas luvas e meu Mestre vive cobrando. Luvas de boa qualidade custam mais de R$ 150,00 e nem sempre temos esse dinheiro à disposição. Foi então que, conversando com uma amiga da turma, recebi uma grande dica, e eu vou dividir com vocês agora.

No site do Walmart, lá dos EUA, as luvas da Everlast estavam custando uns 24 dólares, o que convertendo para o real, não dá nem R$ 50,00. Ainda assim, com o custo de envio, acredito que não chegue nem a R$90,00. Não acreditei muito, mas hoje fui conferir. É verdade! E o melhor para nós, mulheres, é que há de várias cores: rosa, roxa… pelo que vi, ainda estão no estoque!

Se você estiver pensando em comprar uma luva ou um outro equipamento, vale a pena visitar o Walmart e fazer as suas contas. Acho que é muito mais negócio! Compare com os preços do Walmart Brasil ou do Netshoes, por exemplo, e tire suas conclusões. Aproveite que hoje é sábado e faça uma pesquisa. Quem sabe você não faz umas comprinhas também? Eu estou quase fazendo!

E você? Tem alguma dica boa? Comprou algum equipamento por um bom preço? Conte pra´gente!

Agora que você já tem alguma noção do que vai encontrar quando se deparar com uma aula de Muay Thai, vamos passar para, digamos, a fase dois. Você já está familiarizado com o tatame, com o saco de areia, já sabe o que é e para o que serve uma manopla ou um escudo, etc, etc, etc… Mas, esses são os materiais do espaço físico onde se dá o treino. É hora de saber como se apresentar.

Como mencionei no post anterior, assim como outros esportes exigem materiais específicos para a sua prática, com o Muay Thai, acontece o mesmo.

Para fazer uma aula, você deve adquirir alguns equipamentos básicos para uma prática correta e segura do esporte. Além do uniforme, um assunto que tratarei especificamente em um próximo post, existem outras coisas que você tem que possuir. A seguir, alguns itens necessários:

  • Ataduras: É mais do que básico. É MUITO necessário. Lembre-se que por mais fraquinho que você bata, você vai bater. Ou seja, é bem provável que surja algum desconforto nos nós dos dedos. Então, não esqueça jamais das ataduras. Existem dois tipos: as de pano e você pode encontrar de várias marcas, como as da Everlast , Adidas e Armory, entre outras; ou as comuns, que são encontradas em farmácias e são baratinhas. Não custam mais de R$ 2,00. O tamanho deve ser entre 6 e 8 cm. Dependendo, claro, da sua mão. Eu, pessoalmente, prefiro as comuns. Acho que dão mais firmeza ao punho, protegem melhor do impacto do soco e são mais facilmente colocadas entre os dedos. Mas é uma escolha individual. O importante é NUNCA esquecer delas!
  • Protetor de boca: Este também é um detalhe importante. Não que você vá sair no braço com seus companheiros de treino. Nada disso. Mas ele dá mais segurança para seu treinamento na medida em que essa parte estará protegida caso escape algum movimento. Além do que, treinar com o protetor te ensina a respirar pelo nariz, o que ajuda a melhorar seu condicionamento. Também existem dois tipos:  O que é encaixado apenas na arcada superior; e o que  se encaixa nas duas arcadas. Opinião pessoal novamente. Eu uso o da arcada superior.
  • Luvas: Você pode adquirir dois tipos de luvas, se estiver muito, muito empolgada. A de ‘luta’, essa é a necessária e a de saco, para quando você fizer um treinamento usando este equipamento. Alguns professores fornecem esse material, mas o ideal é que você possua o seu. Vai por mim, não é nada agradável calçar uma luva suada… As luvas têm peso. O indicado é que você compre as de 14 oz. Você vai gastar uma graninha, ainda mais se for comprar as de marca. Mas, converse com seu professor, com certeza, ele vai indicar marcas e preços mais acessíveis ao seu bolso.
  • Caneleira: Esse material também é fornecido pela academia ou pelo professor, em alguns casos, mas o mesmo caso das luvas se aplica às caneleiras. Elas são úteis para quando você for treinar algumas defesas, mas também não vá pensando que você vai sair chutando ou sendo chutada. Não é nada disso. É mais uma questão de segurança para que os movimentos sejam executados com precisão e não exista o medo de se machucar nem de machucar o seu parceiro.

Esses são os materiais que devem pertencer ao aluno nas aulas. Veja que existem tantos artifícios que são utilizados para sua proteção que se machucar em uma aula simples é bem difícil. Utilizando os equipamentos corretamente, praticando em uma academia séria, com um professor sério, você poderá tirar da aula todos os benefícios que ela tem a oferecer para o seu físico e para sua saúde.

E aí? Já está se imaginando em uma aula? Comente!