Posts com Tag ‘artes marciais’

Hoje, eu tenho o maior orgulho de trazer para vocês uma entrevista com um dos grandes nomes do Muay Thai no Brasil. Uma referência, um estudioso e um divulgador do esporte. Porém, melhor do que falar sobre ele, é apresentá-lo de vez para vocês. Fiquem com as respostas que o Mestre Guilherme Bringel, gentilmente, deu às minhas perguntas. Ao Mestre, todos os meus agradecimentos. A vocês, meus leitores, deixo a sabedoria e os conselhos dele. Aproveitem!

Muay Thai Mulher: Mestre Guilherme, você é professor, um estudioso e um divulgador do Muay Thai há muitos anos no Brasil. Antes de mais nada, conte um pouco da sua história neste esporte?

Mestre Guilherme: Olá Alessandra. Em primeiro lugar, obrigado pela oportunidade de mais uma vez divulgar o Muay Thai, o que venho fazendo há mais de 20 anos. Seu blog é excelente e, sempre que posso, passo pelo blog para ler as matérias e entrevistas.

Bom, eu tenho experiência de 34 anos em Artes Marciais e como a maioria das pessoas que treinam, comecei treinando Judô com 8 anos de idade. Treinei por alguns anos e depois passei para o Karatê Shotokan que treinei por mais ou menos 2 anos. Após isso, eu treinei diversas Artes Marciais como Taekwondo, Capoeira, Jiu-Jitsu, Aikidô, etc, até que comecei a treinar Kung Fu estilo Hung Gar, época essa que conheci pessoas como o André Benkei, o Paulo (Fundador do Kombato), etc. Treinei Kung Fu Hung Gar e posteriomente Wing Chun por muitos anos com o Prof. Marcos Vinicius e com o Mestre Li Hon Ki.

O Mestre Li Hon Ki treinou durante muitos anos Muay Thai, em Hong Kong, tendo aprendido muito desta Arte Marcial e, posteriormente, passou muitas técnicas para seu aluno, Marcos Vinicius, que me ensinou o que sabia de Muay Thai. Após muito anos de treinamento de Hung Gar, Karatê Kyokushinkai (com Shihan Matsuro Megumi) e Muay Thai, entrei em contato com alguns Ajarns (Mestres)  tailandeses fora do Brasil para aprimorar minhas técnicas. Por sorte, fiquei amigo do falecido Nanfah Seharadecho (um antigo campeão tailandês de Muay Thai) e ele me ajudou a treinar e a entrar em contato com outros Mestres. Tornei-me aluno do Ajarn Surapuk da MTAA nos EUA e através dele consegui viajar 2 vezes para treinar Muay Thai na Tailândia. Fui um dos primeiros brasileiros a viajar para a Tailândia para treinar Muay Thai, fui o primeiro brasileiro a ficar no corner de um lutador tailandês durante uma luta e o meu site de Muay Thai foi o primeiro site brasileiro voltado exclusivamente para o Muay Thai. Hoje em dia, a maioria dos sites nacionais de Muay Thai usam textos que originalmente eram do meu site e foram escritos por mim, mas, infelizmente na Internet é dificil manter um texto sob controle e todos acabam apropriando-se deles. Mas, aos poucos, estou modificando meu site e novidades vem por aí.

BLOG: O Muay Thai é praticado por mulheres há pouco tempo, ou não? Você, que já visitou muitos lugares do mundo, como observa a relação delas com a luta? Existe algum impedimento para a mulher praticar o Muay Thai?

MGB: Sim, o Muay Thai principalmente no exterior é praticado há várias décadas. Na Tailândia, é muito comum ver mulheres treinando nos campos tailandeses e também lutando em diversos torneios e estádios. Anualmente, na Tailândia, existe um torneio famoso chamado de Kings Cup que é a Copa do Rei, ou seja, um torneio em homenagem ao Rei da Tailândia. Por conseguinte, também existe um torneio chamado Queens Cup onde somente as melhores lutadoras de Muay Thai do mundo lutam. Eu, na Tailândia, conheci diversas lutadoras da Inglaterra, Suécia, EUA, etc, e todas lutavam muito bem e tinham um excelente preparo físico não devendo nada a qualquer lutador do sexo masculino.

Já no Brasil existe um certo preconceito por parte da sociedade e até de muitos lutadores de que se uma mulher procura as Artes Marciais em geral ela vai ficar masculinizada e violenta, o que não é verdade de maneira nenhuma. Sempre tive alunas mulheres nas academias que dei aulas e elas sempre adoraram treinar Muay Thai e nem por isso mudaram de comportamento ou tiveram qualquer outro problema.

BLOG: O Muay Thai é uma atividade que exige muito do corpo inteiro e muitas mulheres estão praticando a luta como exercício para entrarem em forma. Elas buscam tonificar braços, perder barriga, endurecer o bumbum… Então, quais seriam os movimentos que fazem mais pelas mulheres?

Hoje em dia existe uma certa “moda” de praticar o Muay Thai para se ter um melhor condicionamento físico, inclusive com diversas modelos, atrizes e apresentadoras de televisão praticando o Muay Thai. Na verdade o Muay Thai é uma excelente forma de condicionamento físico e também de defesa-pessoal para a mulher. A maioria das mulheres que treinam Muay Thai segundo me relatam, não aguentam fazer uma aula de ginástica tradicional por ser repetitiva ou por não gostarem mesmo e acabam por optar por fazer uma Arte Marcial.

Acredito que não existam movimentos que sejam melhores do que outros para o condicionamento global da mulher. O Muay Thai se utiliza de socos, chutes, joelhadas e cotoveladas em seus treinos e executar corretamente essas ténicas exige muito do físico fazendo com que o corpo seja trabalhado de forma global. No momento, eu tenho algumas alunas particulares de Muay Thai e as mesmas estão desenvolvendo um otimo condicionamento físico, perdendo peso e aprendendo também a se tornarem mais confiantes por aprenderem também defesa pessoal.

BLOG: O Muay Thai é um esporte de contato e, mesmo não sendo violento, pode causar algumas lesões. Que medidas ou que precauções a mulher que pratica, ou que quer praticar, o Muay Thai deve tomar?

Realmente, o Muay Thai é uma Arte Marcial de contato e também é considerada como sendo uma das lutas mais contundentes do mundo. Mas isso difere um pouco para as pessoas que praticam o Muay Thai apenas por esporte, porque gostam de Artes Marciais ou que treinam também para melhorar seu condicionamento físico. Como método de condicionamento físico o Muay Thai praticamente não apresenta riscos para as mulheres, pois o treino, neste sentido, quase não tem contato fisico pleno, diferente do treinamento voltado para campeonatos.

Geralmente, para condicionamento físico, a mulher vai usar equipamentos de treino como saco de boxe, aparador para socos, Pao (aparadores para chutes), cordas para pular, etc, além é claro de exercícios fisicos. Se a aluna também tiver interese em aprender a lutar, ela passará a treinar também técnicas com um companheiro(a) e poderá fazer sessões de sparring usando equipamento protetor (protetor de cabeça, luvas, caneleira, etc). Claro que mesmo usando equipamento protetor as sessões de sparring serão sempre controladas para que não possam ocorrer lesões.

BLOG: Qual a sua orientação final e conselho para as mulheres, de todas as idades, que querem fazer o Muay Thai?

A minha principal orientação é que as pessoas que desejem praticar Muay Thai procurem professores realmente capacitados e que tenham realmente experiência nessa Arte Marcial. Eu recebo muitos emails de mulheres querendo informações sobre professores e academias onde possam praticar o Muay Thai. A minha orientação inicial é que a interessada procure um professor com bastante tempo de prática e experiência em Muay Thai e se possivel que ele seja filiado a alguma federação ou Confederação de Muay Thai. Também insisto que a mulher faça uma aula experimental para ver se ela se sente à vontade na aula com o professor, pois sempre deve haver uma sintonia entre professor e aluna(o), ou para ter certeza que a Arte Marcial que ela deseja praticar é realmente o Muay Thai.

Outra questão que deve ser bastante enfatizada é que Muay Thai não é só “porrada”, o Muay Thai tem tradições próprias da cultura tailandesa, assim como também a sua filosofia. A principal tradição do Muay Thai é o respeito ao seu semelhante, ou seja, respeito pelo seu professor, companheiros de treino, respeito a família, etc. Enfatizo isso pois, infelizmente, muitos professores pelo Brasil seguem somente o lado Marcial do Muay Thai e esquecem da sua tradição, o que é lamentável.

Quanto a idade, não existe nenhuma limitação de idade para a pratica do Muay Thai. Eu mesmo ja tive alunos de 6, 7 anos de idade e outro de quase 60 anos, assim como uma aluna de 40 anos. Conheço praticantes de outros paises que tem mais de 70 anos e continuam praticando.

E quanto a questão Mulher e Muay Thai, não se sintam constrangidas em procurar uma academia de Muay Thai para treinar. O Muay Thai é uma Arte Marcial excepcional e uma forma de condicionamento fisico realmente eficaz. Não liguem para o preconceito e sigam em frente. Venham aprender e treinar Muay Thai, com certeza sua qualidade de vida será bem melhor.

BLOG: Quem quiser mais informações sobre este fabuloso esporte é só visitar a página do Mestre Guilherme Bringel. Mestre, estou muito honrada com esta entrevista e agradeço demais por seus esclarecimentos. Muito obrigada! Muay Thai!

MGB: Quem tiver mais alguma duvida e quiser entrar em contato comigo meu email é: krumuaythai@gmail.com
Obrigado mais uma vez pela oportunidade Alessandra e muito sucesso com seu excelente blog.

Anúncios